Denarium anuncia milhões em investimentos na Uerr durante evento

Por Conexão Roraima 28/10/2021 - 11:40 hs


Os acadêmicos da terceira e quarta turma do curso de Medicina da Universidade Estadual de Roraima participaram na noite desta quarta-feira, 27, da primeira Cerimônia do Jaleco pós pandemia da Covid-19. Durante o evento, o governador Antonio Denarium (PP) fez o anúncio de milhões em investimentos nos cursos da área de Saúde da instituição de ensino superior.

Ele informou a autorização para investimento de R$13 milhões para a construção da Faculdade de Ciências da Saúde com prazo para conclusão de 12 meses. De acordo com Denarium, será um prédio com três andares para abrigar os cursos de Medicina, Enfermagem, Educação Física e Serviço Social, com salas de aulas modernas, baterias de banheiros, elevadores, espaço de convivência, sala de professores e coordenações. “Com isso vamos poder ampliar o número de vagas não apenas para o curso de Medicina, mas nos outros que a universidade oferece e com isso aumentar a oferta de  profissionais nos quatro cantos de Roraima”, apontou. O bloco contará ainda com seis laboratórios para prática dos acadêmicos.  Entre eles, o de realidade virtual equipado com tecnologia de ponta como simuladores de habilidades. Para isso, o governador afirmou já ter investido R$1,2 mi. Ele comentou ter visitado as instalações da Universidade na manhã desta quarta-feira e ter conferido pessoalmente parte dos equipamentos que já chegaram a Roraima.

Outro anúncio feito por Denarium diz respeito à biblioteca digital que, conforme ele, deve ser um serviço ofertado pela Uerr de forma imediata. “Essa ferramenta vai permitir acesso simultâneo dos alunos à conteúdos de qualidade, das maiores editoras do mundo”, ressaltou.

O deputado federal Jhonatan de Jesus também participou da cerimônia por meio de um link ao vivo, direto de Brasília, para anunciar que vai alocar mais de R$14 milhões em emendas para investimento em obras e equipamentos para o curso de medicina da Uerr. 

Também presente à solenidade, o presidente da Assembleia Legislativa de Roraima, deputado Soldado Sampaio, adiantou que vai trabalhar pela aprovação de projetos para o fortalecimento da universidade, e adiantou que está discutindo junto ao Governo do Estado o reforço no orçamento da instituição para viabilizar a proposta de criação do hospital universitário para qualificar e melhorar a formação dos alunos de Medicina.

O reitor Regys Freitas parabenizou as famílias dos acadêmicos e destacou a simbologia do evento. “Cada um aqui sabe o que foi feito, planejado, ultrapassado e, dentro dessas dificuldades, ver um sonho que não foi realizado tempos atrás, sendo realizado hoje, por essas pessoas”, disse.

Ele aproveitou para anunciar o retorno das aulas presenciais em 2022.1 e a autorização do governador Antonio Denarium para a contratação, por meio de concurso público, de mais professores para o curso de Medicina. “A universidade precisou se reinventar devido ao período da pandemia e adiantar 10 anos em investimentos para não paralisar, mas as aulas práticas foram prejudicadas e temos o compromisso do governador em ajustar isso”, afirmou.

 

Cerimônia simboliza início da vida acadêmica nos cursos de Saúde 

 

A solenidade promovida pela Uerr na noite desta quarta-feira, 27, consiste na entrega do jaleco aos acadêmicos para simbolizar a iniciação do curso e o compromisso com a futura profissão. Essa é a primeira cerimônia promovida desde o início da pandemia da Covid-19. 

Atualmente o curso de Medicina conta com quatro turmas, totalizando 120 alunos. O corpo docente é formado por 35 professores. A primeira turma deve colar grau em 2024. A instituição tem na tecnologia uma aliada para a formação profissional em todas as áreas do conhecimento. Por isso, tem investido em equipamentos como a Mesa Sectra, que oferece visualização de imagens em três dimensões (3D) e possibilita aos acadêmicos vivenciarem a prática médica logo no início do curso. Os estudantes também contam com um acervo atualizado com livros do ciclo básico e clínico, todos disponíveis na biblioteca do campus Canarinho. 

O aporte feito pelo Governo do Estado na educação superior tem possibilitado a realização de sonhos como o de Silas Almeida, natural de Caroebe, município da região Sul de Roraima.

Ele decidiu cursar Medicina ainda na adolescência, e depois de prestar dois vestibulares sem êxito decidiu se mudar para a capital e cursar pré-vestibular. Dois meses antes da prova Uerr, ele foi surpreendido por uma cirurgia de emergência. “Precisei ficar parado por 40 dias sem estudar, me recuperando. Voltei a estudar no final de agosto, e cerca de 15 dias antes da prova da Uerr, minha avó faleceu. Além do período de recuperação, precisei lidar com o luto. Mas fiz a prova, e apesar de não ter acreditado muito, no final deu tudo certo”, relembrou.

O filósofo e professor Paulo Rogério Lustosa, de 56 anos, também encontrou sua vocação por meio da Uerr. Prestes a se aposentar, ele fez o vestibular e hoje é aluno da terceira turma de Medicina. “A vida é um eterno aprendizado. A Uerr me abriu uma grande oportunidade de vida nova, de renovação. Amo meus colegas, meus professores e meu curso. Participei nos anos de 2018 e 2019 do grupo Idade Ativa desenvolvido pela Uerr, e me apaixonei pela universidade”, declarou.

-- 
Assessoria de Comunicação
Universidade Estadual de Roraima - UERR 
(95) 2121-0913
(95) 99971-4230
(95) 99128-0058
Horário de Funcionamento: 8 às 14h
Acesse nosso site: www.uerr.edu.br
Curta nossa fan page: UERR.oficial
Siga-nos no twitter: @uerr